Michelle Mattiuzzi (SP/BA)

Performer, escritora, pesquisadora e multiartista. É graduada em Artes do Corpo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Seus trabalhos se apropriam do e subvertem o lugar exótico atribuído ao corpo da mulher negra pelo imaginário cisnormativo branco, que o transforma numa espécie de aberração, entidade dividida entre o maravilhoso e o abjeto. Já colaborou com os coletivos GIA (Bahia) e OPAVIVARÁ! (Rio de Janeiro). Em 2017, participou do Programa Capacete Athens – documenta 14, e foi premiada pelo Prêmio Pipa na categoria online.

É autora de:
Há Guarda o Grão
Ministra a oficina:
Mata borrão – um experimento para não adoecer o corpo

Link Permanente: